Suplementos e Cremes com colagénio

Suplementos e cremes à base de colagénio? Devo ou não utilizar?

Cada vez mais se houve falar em suplementos ou cremes à base de colagénio como medida para prevenir rugas mas... será que é mesmo assim?

Esta é uma das questões mais frequentes das minhas alunas de yoga facial! A informação sobre colagénio é confusa devido aos inúmeros estudos com resultados muito opostos associados a diversos interesses.

Foi por este motivo, que resolvi fazer um artigo apoiado em estudos e opiniões de médicos independentes, para fazer chegar a ti a melhor informação.

Cápsulas de colagénio, colagénio em pó, colagénio hidrolisado, cremes à base de colagénio.

Certamente já deves ter ouvido falar neste tema que tem vindo a ganhar popularidade no mercado. Mas será que é verdadeiramente necessário?

A partir dos 30 anos, a capacidade do nosso corpo de produzir colagénio diminui 1% por ano. Por consequência, aparecem as primeiras rugas e surge a flacidez.

Neste contexto, faria todo o sentido pensar que, quanto mais colagénio dessemos ao nosso corpo, mais poderíamos recuperar ou manter uma aparência jovem. Certo?

No entanto, não é isto que acontece devido à forma como o organismo metaboliza o colagénio. 

Mas, antes de explicar como o colagénio é absorvido e metabolizado pelo nosso organismo, é importante que percebas um pouco mais sobre a molécula de colagénio.

O que é o colagénio?

O colagénio é uma proteína fibrosa que existe na pele, nos músculos, nos tendões, nas articulações, e noutros tecidos do teu corpo, responsável por dar firmeza às células. 

É a proteína mais abundante no corpo humano, sendo essencial para a manutenção da sua estrutura. 

Tal como todas as proteínas, o colagénio é uma molécula grande e complexa, formada por aminoácidos, que são moléculas menores que se unem para formar a estrutura final do colagénio. 

É como se os aminoácidos fossem pequenos tijolos que, juntos, são capazes de construir um edifício inteiro (o colagénio). 

O colagénio ingerido (sob a forma de pó, cápsula ou hidrolisado) é desestruturado pelo aparelho digestivo em aminoácidos, iguais aos de outra proteína qualquer. Por sua vez, estes serão distribuídos para as células pela corrente sanguínea. 

Infelizmente, as células não conseguem diferenciar esses aminoácidos de todos os restantes. Como resultado, ao invés de serem apenas usados para fabricar colagénio, esses aminoácidos podem ser usados para constituir outra proteína qualquer.

Outro ponto importante é que o colagénio não está apenas presente no nosso rosto. E, no caso de haver uma mínima produção resultante dos suplementos, nada irá garantir que o mesmo irá para a pele do rosto.

Em suma, os aminoácidos presentes nos suplementos de colagénio podem não ser utilizados para formar colagénio na pele do rosto.

E os cremes à base de colagénio?

Tal como mencionei anteriormente, a proteína de colagénio é grande e muito complexa. De tal forma que, ao aplicar um creme à base de proteínas de colagénio, as mesmas não são absorvidas pela pele.

Na realidade, estas proteínas ficam apenas à superfície, sem fazer nada à estrutura da pele. 

Como manter a pele o mais saudável possível ao envelhecer

Existem algumas medidas que podes adoptar de forma a prevenir a degradação do colagénio bem como incentivar a sua produção:

  1. Colocar protetor solar no rosto antes de sair de casa para evitar que o colagénio se degrade pelo sol;
  1. Adoptar hábitos de vida saudáveis, como não fumar, pois o tabaco impede a renovação celular da pele e a produção de colagénio;
  1. Adoptar uma alimentação saudável e variada, de modo a fornecer ao teu corpo todas as proteínas e aminoácidos necessários à formação da proteína do colagénio; (podes ver AQUI uma planta que te pode ajudar)
  1. Tomar (Ingerir) vitamina C através da alimentação para sintetizar colagénio;
  1. Praticar diariamente yoga facial para estimular naturalmente a produção do colagénio, devido à melhoria da microcirculação e nutrição das células que ocorre com a massagem e com os exercícios faciais.

Lembra-te que as mudanças na nossa rotina podem ser graduais. Mais importante que mudar a alimentação ou criar uma rotina diária de autocuidado demasiado extensa, é dares o primeiro passo. Pequenas mudanças bem como rotinas simples e curtas de forma a descobrires o que melhor funciona para ti e te ires adaptando.

Para que comeces hoje mesmo a estimular naturalmente o colagénio, preparei uma rotina gratuita de yoga facial para ti.

Partilha este artigo

Gostavas de experimentar uma rotina 100% Gratuita?

Outros artigos disponíveis